MÓDULO 4 - Som Direto, com Tide Borges (SP)

09/05/2017

  MÓDULO 4 - Som Direto, com Tide Borges (SP)

Conceito e funções do som direto em uma obra audiovisual. Breve histórico

do som direto no Brasil. Utilização do som direto na ficção e no documentário.

A configuração e o trabalho da equipe no set de gravação. Principais técnicas

envolvidas na captação de som direto: situações e soluções mais frequentes.

Métodos de avaliação acústica de uma locação pela equipe. Preparação de

uma locação para a gravação do som. Equipamentos necessários à função:

tipos de microfones e seus diferentes usos, gravadores, etc. Organização dos

arquivos de som direto para o tratamento na pós-produção.

 

       Tide Borges (SP)

Graduada e Mestre em Cinema pela ECA-USP. Professora da disciplina

Direção de Som do Curso de Cinema da Faculdade de Comunicação e

Marketing da FAAP, desde 2010, desenvolveu e ministrou diversos cursos de

captação de som direto. Realizou a Direção de Som de inúmeros filmes,

entre eles: “A Hora da Estrela” (1985), longa-metragem de Suzana Amaral;

“Eu” (1987), longa-metragem de Walter Hugo Khouri; “Romance” (1988),

longa-metragem de Sérgio Bianchi; 2002 – “Rogério Duprat, Vida de Músico”

Doc. para a TV de Pedro Vieira; “Olho de Boi” (2007), Longa-Metragem de

Hermano Penna, “Hotel Atlântico”(2007) , Longa-Metragem de Suzana

Amaral; “Luz nas Trevas” (2010), Longa-Metragem de Helena Ignez e Ícaro

Martins, roteiro de Rogério Sganzerla; “Dois Coelhos” (2012), Longa-

Metragem de Afonso Poyart; Telefilme “Mulheres Olímpicas” (2013),

produção Buriti/ESPN, de Laís Bodansky; “O primeiro Dia” (2015) da série Os

Experientes, direção Geral Fernando Meirelles, O2 filmes/ Rede Globo;

“Ausência” (2015), Longa-metragem de Chico Teixeira. É sócia fundadora

da Associação Brasileira de Cinematografia, da qual participa ativamente.

Mais info: http://www.imdb.com/name/nm0096601/